TEMA POLÍTICO-SOCIAL

240 - O QUE DIZER? O QUE ME RESTA?

 

( poema à vitória fraudulenta do partido corrupto PT )
 

O que dizer? O que me resta?

Aplaudir os corruptos em festa?

Assistir a honra em queda,

estrebuchar,cair , beijar a lona?

Comprar o ingresso, vestir cetim,

para ouvir a tal mulher mentir

O que falar? O que fazer de mim?

 

Seguir o coro do silêncio, parceiro

dos meus sonhos alados que voam

baldios, sobre o solo brasileiro,

sem encontrar um pouso seguro

neste outubro, em meio ao nevoeiro

 

O que fazer? O que fazer? pergunto

 

Caminhar nestas ruas vazias

de bondade e de alegria

como mãe da lua, e do sol, a filha

Varrer os cacos de vidro

que guardam a luz das estrelas

Reunir as pegadas das marchas

para jamais esquecê-las

Colher, com as mãos, os pedaços

de balões de gás que foram ao chão

e que enfeitam agora as pontas dos sapatos

 

E devolver tudo à terra funda

Arar. Plantar. Regar

Aguardar o sol. Aguardar as chuvas.

Quatro anos. Nova estação

Os pássaros, eu sei , aqui , voltarão

mais uma vez,

na próxima eleição


ANTERIOR -- (poema) -- PRÓXIMO

MENU POLÍTICO-SOCIAL 226-250